segunda-feira, 3 de maio de 2010

Retroalimentação negativa ou positiva

13 comentários:

  1. Retroalimentação Negativa(feedback Negativo)~> Quando a retroalimentação diminui o nível da saída.Ou seja quando a resposta é contrária ao estímulo.
    Retroalimentação Positiva(Feedback Positivo)~> Quando a retroalimentação amplifica o nível da saída.Vai a favor do evento que está prestes a acontecer.

    ARUAN KAWALLY BIOMEDICINA TURMA: 302.2

    ResponderExcluir
  2. RETROALIMENTAÇÃO NEGATIVA:é definida como um mecanismo que reduz o efeito do estímulo perturbador,fazendo com que a variável ou variáveis retorne(m)ao seu valor(es),normal(is).
    ex:regulação da pressão arterial,regulação da glicemia.
    RETROALIMENTAÇÃO POSITIVA:é definida como um mecanismo que aumenta o efeito do estímulo perturbador,fazendo com que a variável ou variáveis se distancie(m) do(s) valor(es)normais.
    ex:parto e hemorragia profunda.

    GLÊCIANE BARBOSA SILVA BIOMEDICINA 302.2

    ResponderExcluir
  3. A retroalimentaçaõp positiva aconteceu porque a ação biológica do hormônio determinou a secreção adicional deste.Como por exemplo,no caso citado acima,quando ele comeu bolo de chocolate,aumentou a concentração de glicose no sangue e consequentemente a secreção do hormônio insulina.Já a retroalimentação negativa impediu a hiperatividade dos hormônios no tecido alvo:como ele parou de comer o bolo,diminui a concentração de glicose no sangue e também a secreção do hormônio insulina.
    ARIATHANNA ARAUJO BIOMEDICINA 302.2

    ResponderExcluir
  4. retroalimentação negativa- depois que um estímulo causa liberação do hormônio, condições ou podutos decorrentes da ação do hormônio tendem a suprimir uma libeação adicional. Em outras palavras, o hormônio tem um efeito de feedback nagativa para inpedir a hipersecreção do hormônio ou a hiperatividade no tecido-alvo.
    retroalimentação positiva- quando a ação biológica do homônio causa secreção adicional deste

    Renata Adna.

    ResponderExcluir
  5. LUANA KAMILA-BIOMEDICINA-302.2
    A retroalimentação negativa, ou, feedback negativo é uma resposta do sistema que tende a estabilizá-lo, diminuindo os efeitos das flutaçoes. por exemplo: consumo de açucar -> aumento da glicose no sangue -> produção de insulina.
    A retroalimentação positiva, ou, feedback positivo é o contrário do feedback negativo, por exemplo: Algumas espécies de aves escolhem o local do seu ninho respondendo a um estímulo provocado pelos ninhos já existentes numa dada zona. Este mecanismo de agregação define um processo de feedback positivo.

    ResponderExcluir
  6. A retroalimentação negativa-> é a mais comum e atua controlando os limites de produção.Ex: Um hormônio A estimula a secreção de um hormônio B o qual inibe o excesso do hormônio B também.

    A retroalimentação posítiva-> é a menos comum mais amplifica o efeito inicial do hormônio.Ex: O hormônio B estimula um aumento de secreção hormonal dentro dos limites de relação entre concentração e resposta.

    Júlio César

    Biomedicina 302.2

    ResponderExcluir
  7. O sistema de retroalimentação envolve um ciclo de eventos no qual a informação sobre as condições corporais é continuamente monitorada e retroalimentada (relatada) à região de controle central.
    Siebra Morais

    ResponderExcluir
  8. Kríssia Scherer7 de maio de 2010 11:26

    Na retroalimentação positiva (feedback positivo) é definida como um mecanismo que aumenta o efeito do estímulo perturbador, fazendo com que as variáveis fiquem distantes dos valores normais, ou seja, controla ou regula uma quantidade de hormônio num determinado nível por determinado tempo. Ainda na positiva elas estimulam e ampliam o efeito inicial, por exemplo, um parto ou uma hemorragia profunda. Na retroalimentação negativa (mais comum), pois o nosso corpo trabalha para deixa o nosso organismo sempre dentro da faixa de normalidade, e quando algo provoca uma perturbação, haverá um reflexo, sempre no sentido de trazer de volta a normalidade - homeostasia. Ou seja, no feedback negativo ele sempre tende a reduzir o efeito perturbador, fazendo com que as variáveis retornem logo ao seu valor normal, é quando o efeito final tem por objetivo negar o valor inicial, tentando sempre corrigir a percepção inicial. Ainda na retro negativa, percebe-se que ela controla ou regula uma quantidade de hormônio num determinado nível e tenta mantê-lo estável a longo prazo, como por exemplo, regulação da pressão arterial, glicemia...

    ResponderExcluir
  9. Audízio Júnior7 de maio de 2010 12:39

    Retroalimentação negativa é quando a retroalimentação diminui o nível do sinal de saída do sistema.

    Retroalimentação positiva é quando a retroalimentação amplifica o nivel do sinal de saida do sistema.

    ResponderExcluir
  10. Retroalimentação positiva: amplifica flutuações tendo duração de pouco tempo, dificultando a homeostasia.
    Retroalimentação negativa: é uma resposta do sistema que tende a estabiliza-lo diminuindo o efeito das flutuações e mantem-se estável a longo prazo.

    ResponderExcluir
  11. Retroalimentação negativa é quando a retroalimentação diminui o nível do sinal de saída do sistema procurando ajusta concentração ideal e agem sempre contra o gradiente.

    Retroalimentação positiva é quando a retroalimentação amplifica o nivel do sinal de saida do sistema gerando ritmos ou deflagrando eventos específicos.

    ResponderExcluir
  12. retroalimentação negativa: quando a retroalimentação diminui o nível da saída.

    retroalimentação positiva:quando a retroalimentação amplifica o nível da saída.

    ResponderExcluir
  13. Wyrla M. Nogueira19 de maio de 2010 17:14

    Retroalimentação, realimentação ou Feedback, nome dado ao procedimento através do qual parte do sinal de saída de um sistema (ou circuito) é transferida para a entrada deste mesmo sistema, com o objetivo de diminuir, amplificar ou controlar a saída do sistema. Quando a retroalimentação diminui o nível da saída, fala-se de retroalimentação negativa, e quando a retroalimentação amplifica o nível da saída fala-se de retroalimentação positiva. A retroalimentação pode também ter um efeito variável (às vezes positivo, às vezes negativo) de acordo com as condições, tempo de transmissão e inércia do sistema, o que pode provocar efeitos variados (ciclos, comportamento caótico, etc.).

    A retroalimentação é um procedimento existente em diversos tipos de sistemas, sejam eles biológicos, econômicos, elétricos (circuitos), sociais ou outros.

    ResponderExcluir